É possível que o nível de estresse nas organizações tenha chegado a um pico nunca antes visto. Pressão por grandes resultados, alta performance, pouca tolerância ao erro. A impressão que se tem é que nada é desempenhado na velocidade correta, sempre é exigido que se faça mais e em menos tempo. O resultado disso são funcionários pouco motivados e cansados, que mesmo assim seguem pressionados a atingir resultados muitas vezes sobre-humanos.

É evidente que esse cenário descompensado gera perdas de produtividade. Nesse sentindo, uma técnica tem chamado atenção. Ainda não tão explorado no ambiente corporativo, o Mindfulness promete ser uma ferramenta capaz de melhorar vários aspectos na vida de seus praticantes. Na tradução, significa atenção plena, ou seja, é um estado mental onde existe a consciência do período presente e que pode ser treinado por meio de técnicas ou exercícios meditativos e psicoeducativos. Na prática, configura-se como uma consciência plena da situação vivida, com ausência de julgamentos ou expressão de vontade de que as coisas fossem de outra forma.

No momento em que desenvolve uma atenção maior ao que está sendo desempenhado no momento, a técnica de meditação Mindfulness possibilita a melhora nos sintomas de ansiedade e depressão. Devido a sua capacidade de auxiliar a obtenção de um maior controle do comportamento, o Mindfulness vem sendo indicado no tratamento de dores crônicas e de transtornos ligados ao estresse.

Entre os benefícios estão a melhora na concentração e na produtividade. Estando mais consciente, o profissional tem capacidade de emitir melhores respostas frente a qualquer situação e tem melhores condições e recursos mentais no momento crítico de tomada de decisão, por exemplo. Ao contrário, quando opera em “piloto automático”, torna-se mais suscetível a tomar ações impulsivas, das quais possivelmente se arrependerá mais a frente. Além disso, aumenta a empatia com relação aos colegas, melhora a comunicação e a compreensão como um todo.

Entre os itens que trazem melhor a qualidade de vida no trabalho, pode-se afirmar que o método de atenção plena favorece a criatividade e a inovação, duas das capacidades mais buscadas pelas empresas. A claridade mental pode ser alcançada com a técnica, o aumenta a satisfação pessoal e até mesmo a capacidade de trabalhar sobre pressão.

Quando se fala em meditação e ainda é muitas vezes vinculado a alguma religião, provavelmente por ser oriunda do hinduísmo e do budismo. Mas no caso do Mindfulness meditação e religião são dissociadas. A técnica é considerada uma intervenção psicoterapêutica específica. O foco está em melhorar a atenção para aprimorar a autoconsciência cognitiva e emocional. A grande contribuição da técnica de meditação Mindfulness talvez seja a possibilidade de treinar a concentração no tempo presente com o apoio da ciência sem a necessidade de interferência de uma religião.

Inúmeras pesquisas já confirmaram os benefícios que podem ser colhidos por qualquer um, independente da crença que se tenha. É fato que profissionais que desempenham suas atividades concentrados e conscientes de si mesmos irão obter resultados sabidamente superiores. Não importa qual a sua posição dentro da empresa, se você tiver clareza do seu papel no mundo e maior consciência do propósito em sua vida, você certamente será mais bem sucedido.