Construir uma marca não é fácil. Para estar sempre na mente dos clientes e ser reconhecido é preciso fazer um trabalho que começa desde a base da empresa, com os conceitos mais fundamentais.

E esse processo chama-se Branding. Vamos ver do que se trata e como começar.

O que é Branding?

Branding é um processo de gestão ou conjunto de conceitos que visa estabelecer e fortalecer uma marca no mercado. A estratégia se dá através de um planejamento e ações que tem como objetivo melhorar a percepção, seja com funcionários, parceiros, clientes ou com prospectivos clientes.

Para que essas atividades tenham sucesso, desde o momento em que parte essa iniciativa, é preciso ter sempre em mente alguns pilares básicos. O primeiro é a identidade. Esse ponto visa documentar e transmitir os valores que a empresa segue, seu histórico e sua cultura organizacional. Para criar um laço com alguém, é preciso conhecê-lo.

A partir daí, deve estar sempre presente o valor da sua empresa, ou seja, o que ela pode fazer para ajudar e como ela pode resolver o problema do cliente. A consistência também é importante e ajuda a fortalecer a identidade, mantendo a comunicação estável e reforçando o relacionamento. Porém, nada é escrito em pedra. É preciso ter uma flexibilidade para fazer mudanças e mudar no momento correto.

Por fim, todas essas ações visam criar emoções positivas no seu cliente de modo a aumentar o engajamento.

Como Construir 

Para quem está começando, é preciso investir nesses pontos desde o início e começar a aprender alguns conceitos.

Antes de pôr a mão na massa, é preciso pensar na construção de toda identidade visual. O nome, por exemplo, deve ser curto, fácil de memorizar e estar relacionado com o negócio mesmo que conceitualmente. A seguir, é preciso definir a personalidade da empresa através da missão, da visão e dos valores e tomar decisão de acordo eles.

É preciso também definir o posicionamento. Este é o conjunto de estratégias e ações que definem como a empresa aborda a divulgação dos serviços ou produtos. Essa prática é importante, pois ajuda a definir como o cliente se relaciona com a sua empresa no momento final. O que você tem de único e especial para oferecer? Por que seu cliente deve escolher você e não o concorrente?

O seguinte ponto é aprender a pesquisar. Tudo. É preciso descobrir como anda o mercado tanto em relação aos clientes como aos competidores, o que o público espera do produto ou serviço e que tipo de comunicação o agrada. A cultura da pesquisa vai ajudar a ir muito mais longe.

Isso irá ajudar na criação de uma Persona. Este recurso fundamental é uma maneira de visualizar o seu público-alvo através da criação de um personagem fictício que o representa. Ele vai contar com algumas características que vão ajudar a produzir o conteúdo da marca como: os objetivos e desafios, o ramo que ela ocupa, seus hobbies, sua idade e outros. Isso porque, quanto mais se conhece alguém, mais fácil é conversar.

Mas não é aí que o trabalho acaba, pelo contrário. É preciso ter um estado de monitoramento e gestão constante, para sempre buscar evoluir, corrigir problemas e atualizar o modelo.

Investir em Branding é essencial para tornar o seu negócio reconhecível e principalmente rentável.