Insights Boxx

Novidades sobre o mercado, tendências e consumidores

nov
10

Quebrar um recorde mundial pode funcionar como estratégia de marca?

Postado em por Luciano Montelatto in Blog
recorde_estategia_marca

Crédito: Photopin

A data 14 de outubro de 2012 é famosa por ter sido um dia atípico na internet. Nesse dia uma única pessoa quebrou, em um ato, cinco recordes mundiais. Ela foi a primeira pessoa a quebrar a barreira do som, no salto mais alto de todos os tempos, sendo também o salto mais alto de paraquedas e a maior distância vertical já percorrida. Para fechar, a filmagem desse episódio foi também o vídeo com maior audiência simultânea na história da internet, com mais de oito milhões de visualizações.
Se você perguntar a alguém o nome da pessoa que fez esse incrível feito, poucos saberão dizer. No entanto, se você perguntar se alguém se lembra do salto da Red Bull, muitos responderão positivamente.
No post de hoje, descubra como quebrar um recorde mundial pode ser uma excelente estratégia de marca. Veja a seguir:

Por que quebrar recordes é uma estratégia de marca?

Não é de hoje que a quebra de um recorde mundial pode ser considerada uma ação de estratégia de marca. Os retornos vão desde o “buzz” que pode ser gerado até a criação de um marco histórico. E isso se deve ao fato de um recorde normalmente estar atrelado a uma conquista — e é inegável que isso pode trazer benefícios como o aumento de visibilidade da marca ou até algo mais intangível, como aconteceu no caso da Red Bull, que ganhou o título de marca que realiza o impossível.

Obviamente, quebrar um recorde mundial é algo que demanda pesquisa e um certo investimento financeiro. Contudo, além desses dois pontos, existem outros quatro fatores na hora de conceber esse tipo de ação como estratégia de marca, como veremos nos tópicos seguintes.

Relevância

Por mais que você tenha uma verba ilimitada para a quebra de um recorde, é importante saber se esse desafio possui relação com alguma premissa da sua marca.  A Colgate, por exemplo, criou o evento Total MouthWash, em que 1.142 pessoas usaram enxaguante bucal ao mesmo tempo na Times Square, em Nova York.
O evento foi um grande sucesso, pois além de criar um novo tipo de recorde, conseguiu criar um desafio que tem a ver com o seu negócio.

Transforme sua ação em uma causa

No exemplo da Colgate, cada participante tinha que dar um dólar para participar. Todo o valor coletado foi doado para a Fundação Make-a-wish, que ajuda crianças com doenças graves a realizarem sonhos.
Abraçar uma causa traz maior simpatia do público com a ação, além de chamar a atenção de jornais, formadores de opinião, entre outros.

Crie um visual atrativo

Na maioria dos casos, os festivais de quebra de recordes tendem a ter um grande apelo visual. Por isso, é importante valorizar esse aspecto desses eventos, de forma que jornais e pessoas possam perceber como aquilo é diferente e fantástico.
Um exemplo recente foi a ação realizada em uma cidade italiana, que contou com mil pessoas tocando ao mesmo tempo uma música da banda Foo Fighters, como uma forma de chamar a atenção da banda.

Simplicidade e honestidade

Ao traçar esse tipo de estratégia de marca, é importante ter em mente que a grande estrela é a ação em si. O investimento deve ter a quebra do recorde como o foco principal — e o retorno para a marca vem em paralelo.
Empresas que insistem em colocar vários logos da empresa no evento, e investem em estruturas que acabam valorizando mais a marca do que o próprio evento, tendem a soar como não genuínas, mais próximas do mundo da propaganda. Isso faz com que o público se envolva menos e, nesse sentido, que a ação tenha menos valor.
A princípio, usar a quebra de um recorde como estratégia de marca pode parecer complicado, mas não é. É uma oportunidade viável para a maioria dos casos, e que pode trazer um diferencial bastante estratégico para os que desejam humanizar sua marca.
E você, o que acha da ideia de quebrar um recorde mundial como estratégia de marca? Compartilhe as suas dúvidas e opiniões sobre o assunto conosco!


Curta & Compartilhe:
Tags: branding / consumidores / estratégia de marca / estratégia de negócios / exposição para a marca / Gestão Estratégica de Marcas / marcas fortes / posicionamento
agencia branding

INSIGHTS BOXX

 

Assine nossa newsletter Insights Boxx e receba novidades por e-mail.

Obrigado por assinar nossa newsletter! Para começar receber nossas atualizações enviamos um email de confirmação, verifique em sua caixa de spam.