Insights Boxx

Novidades sobre o mercado, tendências e consumidores

out
13

5 dicas para uma estratégia de marca de sucesso

Postado em por Luciano Montelatto in Blog

5_segredos_branding

Alguma vez você já deixou de comprar um produto ou contratar um serviço porque nunca tinha ouvido falar daquela marca? Este é o risco que uma empresa corre quando não tem uma boa estratégia de marca para posicioná-la de modo inteligente no mercado; a consequência é entregar seu cliente potencial nas mãos de seus concorrentes, porque a marca dele está mais bem posicionada que a sua.
Definir uma estratégia para impregnar a mente de seus clientes potenciais com sua marca é fundamental para ganhar reconhecimento e credibilidade para sua empresa junto aos fornecedores, investidores e público-alvo. Mas como fazer isso? Quais pontos são importantes considerar no momento de criar uma estratégia de marca?
Iremos compartilhar 5 dicas que utilizamos diariamente na construção e consolidação da marca de nossos clientes e da nossa própria.

1. Conheça seu público externo e interno

O valor de uma marca está na experiência que os consumidores desenvolvem com ela, não com o produto base que ele recebe. Ou seja, para uma marca ser inesquecível ela deve oferecer uma experiência incrível para o consumidor desde o momento que ele pesquisa sobre as suas necessidades e descobre seu produto e serviço como a solução, até o momento que ele usa e percebe que sua empresa supera às suas expectativas!
Para que isso ocorra, é necessário saber exatamente o que o seu cliente espera de sua empresa e de seu produto ou serviço, pensar em maneiras de surpreendê-lo positivamente nos momentos de pesquisa, compra e pós-venda e ainda entender quais são as ações que teriam um impacto negativo sobre ele.

2. Saiba exatamente onde sua empresa está e aonde quer chegar

Não importa se sua empresa não é a melhor do seu segmento ou que sua marca não seja a líder de mercado, ao contrário, ter consciência disso e traçar uma estratégia de mercado alinhada com os seus objetivos, fará com que seu público interno não se desanime, nem se sobrecarregue na busca por atingir metas irrealizáveis.
Saber onde sua empresa está e qual a meta que ela deve alcançar gera sinergia entre sua equipe interna e o atendimento que ela dá aos clientes potenciais e consumidores de sua marca.

3. Comunique sua marca

Encontre os canais onde seu cliente potencial consome informações e interaja com ele baseado em seus interesses ao acessar aquele canal. Por exemplo: não tente ser engraçado ao utilizar o Linkedin em suas comunicações com executivos e também não seja muito formal ao utilizar o Facebook. Lembre-se que o objetivo de cada canal é diferente.
Além disso, desenvolva características e estilos próprios para sua comunicação escrita e visual. Não significa que você deve padronizar a comunicação, ao contrário, significa desenvolver alguns padrões de linguagem, cores e formas que tornem única a comunicação de sua empresa com o mercado.

4. Use apenas um tom de voz, mas adeque sua mensagem ao canal e aos diferentes públicos de sua marca.

Nosso tom de voz diz muito de nossa personalidade e características individuais e únicas. Ao manter um diálogo com uma pessoa sempre mudamos a forma como nos expressamos, mas dificilmente mudamos nossas características, como jovialidade, alegria, paciência, seriedade, polidez, coragem e ousadia. Por isso, desenvolva um de Tom de Voz forte e marcante para sua marca, que expresse a personalidade dela e que se conecte diretamente com seu público-alvo. Um exemplo disso são as propagandas do Mc Donalds que sempre transmitem alegria e jovialidade, mas se adaptam ao público que consome seus lanches, como quando divulgam os novos brindes do Mc Lanche Feliz destinado às crianças ou quando divulgam outros lanches orientados para o público mais jovem.

5. Tenha uma estratégia de marca emocionante

Todos já devem ter ouvido que a Disney vende um mundo de fantasias e devem conhecer uma pessoa que sonha poder viajar para Orlando só para conhecer o parque da empresa e entrar nesse mundo dos sonhos. Você também já deve ter percebido que a Coca Cola vende momentos de felicidade, e não um refrigerante. E sua empresa, o que vende? Um produto ou uma emoção? Alguma coisa ou a transformação?
Emocionar positivamente o cliente deveria ser o objetivo último de qualquer marca, pois ninguém virá fã ou fica fiel a algo frio e sem vínculos emocionais.
Ainda tem dúvidas sobre como construir uma estratégia de marca matadora? Nós podemos ajudar, registre sua dúvida abaixo e teremos o maior prazer em responder!


Curta & Compartilhe:
Tags: 5 dicas / agência boxx / boxx / brand / branding / diagnóstico / dicas / estratégia / estratégia de marca / marca / marcas / público alvo / sucesso
agencia branding

INSIGHTS BOXX

 

Assine nossa newsletter Insights Boxx e receba novidades por e-mail.

Obrigado por assinar nossa newsletter! Para começar receber nossas atualizações enviamos um email de confirmação, verifique em sua caixa de spam.